CENTRAL NACIONAL DE VENDAS: 4020-3852 (disque a partir da sua cidade)
CENTRAL DE ATENDIMENTO AO CONVENIADO: 0800 024 1150

O que é jazigo? Entenda por que é a melhor solução para sua família.

Aprenda sobre os diferentes tipos de jazigos e suas vantagens.

de Amar Assist , 2 MARÇO de 2020

Imagem de flores no cemitério cercada de jazigos.

Por mais que a gente tente, nunca estaremos totalmente preparados para receber a notícia do falecimento de uma pessoa querida, já que esse é um momento muito delicado. Todavia, é necessário abordar esse assunto para que possamos compreender algumas situações e saibamos tomar as decisões mais acertadas quando esse momento chegar, principalmente em relação às questões burocráticas.

Por exemplo, você sabe o que é jazigo, conhece seus tipos e sabe quais são as formas de adquirir um? Como esse é não é um tema tão simples, é preciso pesquisar, analisar e entender quais são as melhores opções para você e sua família.

Partindo desse princípio, trouxemos informações que vão ajudar você a decidir pelo que for mais adequado.

Confira!

 

Entenda o que é um jazigo

 

Dentro dos cemitérios, privados ou públicos, existem construções feitas para sepultar nossos entes queridos. Ou seja, são os locais onde ficam os caixões, sendo assim, os jazigos, mais conhecidos como túmulos. Os jazigos podem ter algum tipo de construção em cima deles, como uma capela, por exemplo, assim, esse tipo é denominado mausoléu. Contudo, nesse caso, essa construção é feita pelo proprietário do terreno.

Todavia, os cemitérios têm características diferentes, podendo ser horizontais, verticais, ecológicos ou parques. Assim, os jazigos dos cemitérios horizontais são subterrâneos, já nos verticais, como o próprio nome já diz, os jazigos são erguidos um em cima do outro. Por outro lado, nos cemitérios ecológicos ou parques, os jazigos também são subterrâneos, mas contam com cobertura em gramado, além de oferecer um bosque. Embora tenham propósitos iguais, cada um tem seus diferenciais e histórias, por isso, cabe à família decidir qual atenderá às suas necessidades.

 

Conheça os tipos de jazigos existentes

 

Há dois tipos de jazigos: o perpétuo e o temporário.

Quanto ao primeiro, você vai comprá-lo e terá posse dele. Inclusive, ele poderá ser repassado para as próximas gerações. Porém, se essa for a sua vontade, é preciso expressá-la por meio de um documento oficial. Logo, os demais parentes poderão ser sepultados no mesmo local.

Contudo, o custo desse espaço varia de acordo com o nível do cemitério, o tamanho do terreno e o número de gavetas, por exemplo:

  • o jazigo duplo tem até oito espaços, sendo quatro de cada lado, mas apenas seis gavetas ficam disponíveis para receber as urnas, enquanto as outras duas são para preservar o ossuário depois da exumação dos corpos;
  • já o jazigo especial apresenta no máximo quatro espaços que seguem a mesma diretriz, com três lugares para os caixões e um para os ossos;
  • o jazigo simples conta com três gavetas, sendo duas para as urnas e uma para os ossos. 

Por outro lado, o jazigo temporário funciona como um aluguel, assim, você paga por esse espaço durante um período de três a cinco anos. Entre esse tempo, você deverá exumar o corpo que foi sepultado para armazená-lo em uma urna e transferi-lo para um ossuário. Dessa maneira, o cemitério poderá alugar o local novamente.

 

Veja as diferenças e benefícios de cada tipo​​​​

 

No uso perpétuo, o proprietário é o titular vitalício e os outros familiares só terão direito ao uso dos espaços caso haja a indicação de um sucessor enquanto o titular ainda estiver em vida. E isso vai acontecendo sucessivamente, podendo ter um vínculo duradouro na família.

Outra vantagem da compra de um jazigo é que todos têm mais segurança financeira, porque, quando ocorrer o falecimento, a família não terá que pagar um valor alto devido à urgência. Nem mesmo encontrarão dificuldades para encontrar um local adequado nos cemitérios superlotados. Ainda, conseguirão flexibilidade na negociação para pagar pelo jazigo sem comprometer o orçamento e terão suporte especializado durante todo esse processo, mesmo que seja feito após o óbito.

Por outro lado, o jazigo temporário traz o benefício de ser mais econômico, já que será alugado por um período de três a cinco anos, até que se faça a exumação do corpo que ali está sepultado. É relevante ressaltar que o valor da exumação será pago por você, assim como os valores referente ao local para onde serão transferidos os restos mortais. Vale salientar que é preciso apresentar as documentações específicas para realizar todo esse processo.

 

Saiba o que fazer para adquirir um jazigo

 

Para exemplificar esse assunto, podemos dizer que comprar um jazigo é parecido com a aquisição de um imóvel, já que a venda parte de uma imobiliária, é preciso dar uma entrada e pagar os parcelamentos ou quitar à vista, ter uma escritura e, ainda, arcar com os custos da manutenção, assim como em um condomínio.

Como dito anteriormente, os valores dependem da localidade e do padrão do cemitério. Dessa forma, os terrenos mais longe da entrada e do velório custam mais barato, consequentemente, os mais próximos podem ter valores mais elevados. Em geral, o pagamento é facilitado, podendo dividir o valor total do jazigo em várias parcelas. Nesse caso, é preciso ter um planejamento financeiro para garantir a tranquilidade de seus parentes quando algum familiar ou pessoa querida falecer. Por isso, contar com um plano funerário pode ajudar muito nesses momentos.

Geralmente, nas regras contratuais, o titular pode perder o jazigo se não pagar a taxa de condomínio, se abandonar o local ou se a documentação não estiver regularizada. No entanto, a justiça garante que um jazigo é um bem que não pode ser penhorado, assim como sua casa, já que é considerado a extensão dela.

Por esse motivo, é indicado avaliar e escolher um jazigo corretamente, uma vez que ali será preservada a memória da pessoa e as boas lembranças dos momentos que vocês viveram juntos. Nesse contexto, planeje a forma como gostaria de ser lembrado, evite burocracias e preocupações com os trâmites legais. Afinal, esse deve ser um momento tranquilo, para que todos possam se despedir.

Agora você sabe o que é jazigo, as formas de aquisição, os tipos existentes e como eles são importantes para preservar a memória e a história de uma pessoa querida. Normalmente, gostamos de investir em algo que podemos usufruir em vida, mas devemos considerar essa aquisição essencial, já que todas as pessoas passarão por esse momento.

Tem interesse em saber mais sobre o tema de jazigos e até como economizar adquirindo um seguro?

Se inscreva na nossa newsletter e saiba tudo sobre o tema.