CENTRAL NACIONAL DE VENDAS: 4020-3852 (disque a partir da sua cidade)
CENTRAL DE ATENDIMENTO AO CONVENIADO: 0800 024 1150

Guia completo sobre jazigo familiar que você deve ler

Entenda o que é um Jazigo Familiar, quais suas vantagens e como adquirir um para sua família

de Amar Assist , 16 DEZEMBRO de 2020

A imagem mostra um cemitério com túmulos espalhados sobre a grama verde.
A morte é algo que ninguém quer testemunhar, mas como é um fenômeno natural, não podemos simplesmente evitá-la. A morte de pessoas próximas a você ou de alguém que você conhece sempre traz sofrimento. Porém, em vez de ser totalmente emocional, é preciso lidar com a morte de uma pessoa da maneira correta.


Plano Funerário Familiar

Cuide bem de quem você ama.


Esteja você comprando um jazigo para um ente querido ou simplesmente fazendo planos para que sua família não tenha de enfrentar a tarefa no futuro, escolher um jazigo familiar é uma decisão extremamente pessoal e importante. Dependendo de suas preferências e localização, existem várias opções disponíveis para você.

Este guia falará sobre tudo o que você precisa saber sobre jazigo familiar. Continue a leitura e confira!

1. O que é um jazigo familiar?

O jazigo familiar nada mais é que um espaço demarcado em cemitérios em que membros de mesma família poderão ser enterrados. Trata-se de um espaço maior, capaz de armazenar mais de um indivíduo. Assim, no lugar podem ser colocadas urnas funerárias, caixões e também caixas com as ossadas.

Dessa forma, não está ligado somente ao sepultamento, como muita gente pensa. Por essa razão, um jazigo familiar é muito importante pelo fato de assegurar que pessoas de uma mesma família fiquem juntos, mesmo depois da morte.

2. Como funciona?

Quando for selecionar um jazigo familiar, é possível decidir entre as alternativas disponíveis, levando em conta o tamanho e a localização dele, por exemplo. Conforme esses aspectos, as condições para pagamento e o valor para compra podem variar muito e precisam ser ajustados na hora da contratação.

O jazigo pode ser temporário ou perpétuo. No primeiro, o indivíduo paga pela utilização dele ao longo de um tempo, como uma espécie de aluguel. Após um prazo de 3 a 5 anos, é realizada a exumação dos restos mortais, que serão guardados dentro de uma urna funerária.

Já no segundo tipo de jazigo, o lugar é adquirido e será passada sua posse por meio de herança aos familiares. Os mesmos podem realizar a exumação, para poder reaproveitar o jazigo para outro parente que falecer. Realizada a escolha e comprado o jazigo, é preciso fazer a escritura do lugar que foi comprado, do mesmo modo que acontece no caso de imóveis.

Por essa razão, depois da compra, ele entra no patrimônio da pessoa que o adquire. Em geral, o proprietário paga uma taxa de condomínio, que é cobrada com o intuito de pagar pela preservação do lugar e manter toda a sua estrutura. Esse tributo precisa ser pago por tempo indeterminado, levando em consideração o período de sua posse.

Existem várias restrições para o funcionamento de um jazigo familiar. Elas tem origem física, devido a questões burocráticas e o espaço disponível, quando estão ligadas às regras do cemitério. Dessa forma, manutenção e valores de pagamento, por exemplo, podem variar. Todavia, precisam ser acordados ao longo da contratação.

Após o lugar ter sido adquirido, é possível realizar a transferência da titularidade para outros familiares, se o dono falecer. Isto é, tem uma origem perpétua. Além disso, se chegar a capacidade máxima do jazigo familiar, deverá ser realizada a exumação de um familiar, a fim de colocar o corpo de outro familiar no lugar.

3. Qual a importância?

Normalmente, os laços familiares vão além do tempo de vida de seus membros. Após a morte é possível fazer com que os parentes fiquem juntos depois da passagem e, mesmo que de forma simbólica, isso é algo essencial para muitos indivíduos.

A proximidade entre aqueles que se amam, mesmo depois do fim da vida, é a principal vantagem de comprar um jazigo familiar. Todavia, os seus benefícios vão além de questões sentimentais.

3.1. Economia

Da mesma forma como acontece em compras feitas de forma antecipada, a compra de um jazigo familiar antecipadamente viabiliza a vantagem de achar valores menores, além de ter, nessas situações, mais poder de negociação. Além disso, você pode optar pelo que mais esteja de acordo com as necessidades da família e também às suas condições financeiras.

Assim, caso a pessoa prefira uma localização melhor ou um jazigo maior, ela pode comprá-lo, se puder pagar por ele. Em contrapartida, se não fizer questão desses detalhes, pode optar por um mais barato e que esteja de acordo com a sua situação financeira.

3.2. Proteção da família contra situações imprevistas

Ninguém sabe quando a morte vai chegar. Por essa razão, ter um jazigo familiar é uma maneira de proteger as pessoas que ama em ocasiões imprevistas. Dessa forma, caso ocorra algo de ruim e um familiar falecer, toda a família poderá ter a tranquilidade de ter um lugar reservado para o enterro.

Desse modo, é possível evitar transtornos enormes nesse momento tão difícil. Além disso, o benefício de ter um jazigo com capacidade para mais de uma pessoa é poder estender esse cuidado para todos os membros da família. Na verdade é um conforto, tanto para quem morreu, quanto para quem está vivo.

3.3. Formas de pagamento simplificadas

Além de valores mais reduzidos, a compra feita antecipadamente de um jazigo familiar também disponibiliza formas mais simplificadas de pagamento. Isso se deve ao fato de que com mais tempo para pagar, comumente são disponibilizadas ao comprador mais alternativas e, se o lugar comportar mais de uma pessoa, são ainda melhores essas condições.

Logo, quando comprar um jazigo familiar, geralmente é possível pagar uma entrada e o restante do valor ser parcelado. Assim, em vez de ter todo o valor de uma vez, a pessoa pode escolher o número de parcelas que não pesam no orçamento da família. Todavia, isso não assegura todo o serviço, razão pela qual também pode ser vantajosa a contratação de planos funerários.

3.4. Menos burocracia

Se uma pessoa falece, é necessário tomar várias medidas, que começam na preparação da documentação, se estendendo a atestados médicos, certidão de óbito, até o momento de preparar todo o funeral e também o sepultamento. Para isso, é preciso contactar uma funerária para a realização do serviço.

Esta dará orientações sobre o traslado, velório, cortejo e destino final do corpo, além de realizar a preparação do corpo. Caso a pessoa, em vida, tenha escolhido ser cremada, esse serviço pode ser também realizado pela funerária. Todavia, especificamente no sepultamento, é necessário ter um jazigo.

Esse espaço mais familiar traz mais facilidade, poupando os parentes que utilizarão procedimentos para resolver algumas burocracias. Ao comprar, a pessoa antecipará esse tipo de questão, simplificando os processos e possibilitando um descanso mais digno aos familiares.

4. Quanto custa e qual o prazo de um jazigo?

Diversas pessoas apresentam dúvida sobre preço de jazigos familiares. Isto é bastante relativo, devido ao fato de depender de muitas circunstâncias, como:

  • tamanho do jazigo;
  • tipo de compra;
  • localização do cemitério;
  • cidade na qual se encontra o cemitério;
  • localização do jazigo dentro do cemitério.
Desse modo, não é possível determinar um valor definitivo sem conhecer essas e tantas outras questões que definem a fixação do valor de um jazigo. No Estado de São Paulo, por exemplo, é possível achar jazigos perpétuos para utilização futura com valores a partir de R$6.500, e jazigos familiares para utilização mais imediata que estão custando cerca de R$8.500.

O prazo dependerá muito da escolha que você fizer na hora da transação, pois você pode alugar ou comprar. Dessa forma, é necessário analisar a pretensão antes de realizar a contratação do local, a fim de decidir se você quer ter um jazigo temporário ou perpétuo.

5. Como escolher um jazigo familiar?

Existem alguns elementos que precisam ser analisados antes de escolher um jazigo familiar. Listamos alguns deles abaixo.

5.1. Infraestrutura do cemitério

Os cemitérios que apresentam uma melhor infraestrutura, como iluminação, segurança, paisagismo, infraestrutura da sala de velório, entre outros, agregam bastante valor ao produto oferecido, o jazigo no caso. O fato é que é preciso realizar uma visita para analisar se a infraestrutura está em conformidade com o desejo da família.

O recomendado é analisar se o básico já consegue atender às necessidades da família ou se de fato vale a pena pagar um preço mais alto para ter uma maior infraestrutura. Inclusive, há o cemitério vertical e o cemitério horizontal, com sepultamento feito no chão.

O vertical é formado por edifícios, onde é realizado em gavetas o sepultamento — elas são posicionadas uma sobre a outra de modo bem padronizado. Esse tipo de sepultamento não causa danos ao meio ambiente e também oferece mais segurança contra ações de infratores.

5.2. Localização

Da mesma forma que acontece em estabelecimentos comerciais, o fato de o cemitério ficar em uma região nobre, pode aumentar muito o valor do jazigo. Sendo assim, é muito importante pensar também o quão isso é essencial para a família. É muito melhor optar por cemitérios que fiquem bem acessíveis para a família, especialmente na hora do velório, independentemente da localização que esteja.

Em contrapartida, pode valer a pena procurar por cemitérios particulares em outra cidade caso a qualidade e o valor compensarem, especialmente se na cidade onde a pessoa reside existir somente um cemitério municipal, visto que cemitérios particulares têm mais segurança, infraestrutura e qualidade no serviço.

5.3. Serviços funerários

Não é somente o sepultamento que é necessário depois da morte. Há alguns serviços considerados complementares, como documentação, preparação do corpo, translado e o velório. Por essa razão, é essencial saber a respeito de todos esses detalhes no momento de pesquisar e fazer a comparação de preços. Além disso, pode ser que o cemitério ofereça como benefícios associados à aquisição do jazigo.

6. Quem tem direito?

Após entender o que é um jazigo familiar — e os motivos pelos quais ele é de extrema importância — é imprescindível compreender como funciona as questões burocráticas e também quem tem direito à sepultura. Apesar de ser chamado de jazigo familiar, é importante frisar que confirmar o parentesco não é o suficiente para conseguir ter acesso a ela.

Somente os membros da família destacados na documentação do jazigo realmente têm direito a serem sepultados nele. Inclusive, na documentação de compra do jazigo, é definido um membro da família como titular da posse e também responsável pelos cuidados e manutenção. Este poderá definir quem serão os membros que ocuparão a sepultura, se estes não estiverem no contrato.

Se o detentor do jazigo falecer — e se o jazigo for perpétuo — é possível solicitar a transferência da titularidade. Com a condição de comprovar o parentesco e também de o jazigo constar no testamento ou no formal de partilha.

7. Por que optar por um plano funerário?

Um Plano Funeral Familiar é uma excelente alternativa, caso você esteja pensando em obter um planejamento funerário. Ele viabiliza todo o processo necessário quando um ente querido se vai, além de toda a cobertura de aluguel do jazigo. A Amar Assist é uma empresa totalmente digital, que apresenta tecnologia utilizada em todos os processos da organização.

Estamos em um lugar de excelência no setor funerário, graças a nossa reconhecida prestação de serviço e destaque em soluções de proteção financeira. Damos destaque ao Plano Funerário Familiar, que faz a cobertura da cremação e do sepultamento.

Além disso temos o Jazigo Garantido, que possibilita a compra de um jazigo para todos os membros da família em qualquer local do Brasil, e o Seguro Renda / Internação, que viabiliza a recomposição e geração de renda de muitos brasileiros.

Temos também o seguro cremação, em que você e seus familiares poderão escolher por qualquer crematório do Brasil — seja particular ou público, o seguro renda que assegura um valor de até R$ 1.000,00 por dia, caso o beneficiário fique internado. Esse valor é pago ao segurado diretamente. Além disso, tem direito a descontos de até 60% em medicamentos, sorteios mensais e R$ 20 mil de seguro de vida.

Por fim, não é nada simples tratar do assunto morte, mas é preciso em algum momento da vida. E como podemos ver ao longo desse guia, os benefícios de se comprar um jazigo familiar se reverterão para quem o adquire e seus familiares, visto que, na compra de um jazigo familiar, realizar um bom planejamento pode garantir valores e formas de pagamento mais compatíveis com sua realidade.

Nosso post foi útil para você? Conseguimos tirar suas dúvidas sobre jazigo familiar? Então, entre em contato conosco e saiba como podemos te ajudar!


Artigos Relacionados