• área do cliente
  • Quer economizar na hora que sua família mais precisa?

    Clique aqui

    Longevidade: o que é e como se preparar para ela?

    Saiba como esse conceito mudou com o passar dos séculos!

    Casal de idosos com a testa apoiada um no outro.

    longevidade é cobiçada durante toda a história da humanidade e tema de inúmeros estudos e pesquisas que consideram o meio em que se está inserido fundamental para tal.  Com uma série de avanços tecnológicos e medicinais, a expectativa de vida da população está aumentando de forma significativa. Fator que nos leva ao seguinte questionamento: estamos, de fato, preparados para viver tanto tempo de maneira saudável, independente e feliz?

    Qualidade de vida

    Apesar de termos métricas que nos orientem acerca da expectativa de vida da população, são as condições em que vive que irão levá-la, ou não, rumo à longevidade. 

    Assim, fatores como: acesso à saúde, boa alimentação, menor nível de estresse e maior cuidado com a mente são essenciais para o aumento da longevidade.

    Por isso, se realmente é de seu interesse viver bem, com saúde, qualidade de vida e bem-estar durante muitos anos, é importante adquirir bons hábitos, se livrar dos ruins e tornar-se um ouvinte assíduo dos sinais do corpo. 

    A seguir, traremos dados interessantes sobre o tema e algumas sugestões bem práticas para que você comece, agora mesmo, a investir em um envelhecimento saudável e muito prazeroso. Aproveite a leitura e viva uma vida mais plena, saudável e feliz.

    Quem vive em paz, vive mais tempo

    - Baltasar Gracián

    Aumento de expectativa de vida mundial

    Você se lembra que há poucos anos, considerávamos as pessoas com 60 anos velhas. Não faz muito tempo, inclusive, que velhice era sinônimo de doença e limitação física. 

    Mas, o significativo aumento da expectativa de vida que vem ocorrendo nas últimas décadas, somado à evolução da medicina e da tecnologia, está revolucionando esses conceitos e, hoje em dia, já é comum chegar aos 70 e 80 anos com notável saúde e vigor. 

    No Brasil, em 2010, a expectativa de vida com saúde era de 61 anos para os homens e 66 anos para as mulheres. Mas, de acordo com os levantamentos mais recentes, ela já está se aproximando dos 77 anos, tanto que em 2027 a idade mínima para aposentadoria por idade será de 65 anos para homem e 62 para mulheres em 2031.

    Outro dado interessante a considerar é que a ONU, em 2020, estimou em 573 mil os centenários do mundo. Esse número é 20 vezes maior do que o de 50 anos atrás e a tendência é que siga aumentando..

    Além disso, tantas mudanças sociais e aceleração do processo de globalização acabam impactando muito a forma com que levamos a vida e interagimos com nossa comunidade. 

    Tamanha mudança também trouxe consigo algumas dúvidas e desafios que não eram comuns para nossos antepassados, como a ansiedade e a depressão.

    O que é longevidade?

    Segundo o dicionário Houaiss, longevidade significa:

    “Característica ou qualidade de longevo; duração da vida mais longa que o comum.” 

    Já que expectativa de vida é uma estimativa do tempo que a pessoa viverá, podemos definir que longevidade é alcançar ou superar tal número com saúde, felicidade e autonomia. 

    A  longevidade atual não seria atingida sem os avanços já citados, entretanto, algo que vem contribuindo é a mudança de um conceito principal que era amplamente propagado do passado: A recomendação de que os mais velhos fizessem repouso e evitassem muito esforço físico.

    Hoje em dia sabemos que a atividade física regular deve ser constante em todas as fases da vida e que, além dela, existem outras formas de se alcançar a longevidade. 

    Acompanhe o artigo para entender mais sobre o tema e conhecer formas de viver muito e mais saudável. 

    Quais os principais desafios da terceira idade?

    Ainda não há uma forma de viver muito sem que cheguemos à velhice. Como já vimos, tal época da vida pode ser muito mais agradável e deliciosa que todas as que a antecedem. 

    Entretanto, ao se deparar com a chegada dos sessenta anos, é natural que surjam desafios que não existiam anteriormente. 

    Lembre-se que, a experiência adquirida até aqui te torna altamente capaz de se precaver, se cuidar e prevenir alguns transtornos que podem vir a ocorrer nessa fase da vida. 

    A seguir, reunimos os principais dilemas e desafios que enfrenta a terceira idade em nosso país e algumas alternativas para driblar tais adversidades. Confira: 

    Falta de interação social

    A falta de interação social é um problema para a saúde emocional de boa parte da população e, com os idosos, não é diferente. Há pesquisas que apontam, inclusive, que a solidão é um dos maiores desafios enfrentados na terceira idade

    De forma geral, essas pessoas costumam se queixar da falta de paciência dos mais jovens para conversar com os mais velhos. 

    O que é mais um alerta para tamanha importância de estar inserido em ambientes em que haja liberdade não só para promover a individualidade mas, também, para confraternizar e se sentir ouvido. 

    Uma alternativa plausível é manter-se ativo em sua comunidade. A maioria das cidades possui, pelo menos, um grupo de terceira idade. Na ausência de pessoas da mesma faixa etária para conversar, pode ser uma excelente alternativa. 

    Além do mais, mesmo as pessoas que contam com famílias unidas e acolhedoras podem absorver novidades muito positivas durante tais encontros. 

    Essa aproximação entre seres de idade semelhante é muito valiosa pois possibilita o contato com quem viveu os mesmos eventos que você e, muito possivelmente, possui interesses em comum.

    Equilíbrio instável

    Com o avanço da idade é natural que alguns problemas de saúde apareçam com maior frequência e gravidade. 

    Entre as queixas mais frequentes da terceira idade está a instabilidade do equilíbrio, uma questão que interfere diretamente na mobilidade e na autonomia. 

    O equilíbrio instável ocorre, na maioria das vezes, em decorrência da falta de atividades físicas e também, da ausência de uma boa alimentação e de outros cuidados ao longo da vida. Hábitos ruins também podem antecipar e agravar o problema.

    Diante de tal dificuldade torna-se fundamental o cuidado redobrado com pisos úmidos ou irregulares e escadas, afinal, nessa fase da vida as fraturas podem se tornar um problema bem mais grave que venha a comprometer toda a qualidade de vida desse idoso. 

    Transporte público

    Ao citar a instabilidade do equilíbrio, fica mais fácil explicar o quão desafiador para algumas pessoas pode ser utilizar o transporte público. 

    Em grande maioria, a acessibilidade não é uma prioridade para as empresas que costumam prestar esse serviço. O que torna o uso dele um dos principais desafios da terceira idade. 

    Há queixa frequente de falta de atenção por parte dos prestadores de serviço que gera uma alta incidência de acidentes como quedas, pancadas ou desentendimentos desses prestadores para com os idosos, principalmente envolvendo ônibus. Tais problemas são mais comuns nos grandes centros.

    Ao se preparar para alcançar a longevidade é necessário voltar nossa atenção para a saúde física e mental, porém, não podemos deixar de cuidar, também, de nossa saúde financeira.

    É ela que irá garantir outras alternativas de mobilidade caso o transporte público venha a se tornar inviável, por exemplo. 

    Medo da morte

    O medo da morte é um dos mais reais e observáveis da humanidade, entretanto, é comum que se acentue nessa fase da vida. Muitas pessoas passam toda a vida alimentando o conceito de que, a velhice é sinônimo de adoecimento e morte e, por isso, é comum que entrem em pânico ao perceber os primeiros sinais de enfraquecimento do seu corpo.

    A perda de amigos ou familiares da mesma idade costuma deixar o idoso ainda mais sensível ao tema. 

    Além disso, essas perdas costumam ser banalizadas pela sociedade, principalmente quando as causas são naturais, tendo como consequência uma dor silenciada e não compartilhada que pode fazer mal demais. 

    Existem algumas formas de lidar melhor com tais emoções, entre elas está a prática da espiritualidade que, mesmo em situações adversas, tendem a trazer muito conforto e paz ao coração mais aflito. O convívio familiar é ainda mais importante nesses momentos.

    Como alcançar a longevidade?

    No geral, as principais formas de se alcançar a longevidade são através de boas práticas que a maioria das pessoas já conhece e não aplica. 

    É importante ressaltar que esses cuidados precisam ocorrer ao longo da vida e que nunca é tarde para mudar de hábitos e buscar viver melhor consigo. 

    Quanto antes abandonar os hábitos ruins e investir tempo em construir uma rotina mais saudável, maiores as chances de se obter êxito em viver muitos anos e muito bem. Confira alguns caminhos para trilhar até tal objetivo: 

    Continue aprendendo

    Cérebros velhos estão tão equipados para construir novos neurônios e sinapses quanto os jovens. Entretanto, esse processo funciona melhor quando repetidamente nos forçamos a aprender coisas novas. 

    O cérebro adora novidades: artesanato, jogos e, até cozinhar uma receita nova desencadeia a criação de neurônios, mas quanto mais complexa e difícil for a nova atividade, maiores serão as recompensas. 

    Confira algumas sugestões fáceis de incluir no dia a dia para começar a exercitar o cérebro. 

    • Aprenda jardinagem
    • Leia livros
    • Cozinhe
    • Palavras cruzadas
    • Caça-palavras
    • Aprenda a tocar um instrumento
    • Estude um novo idioma

    Ande rápido

    Caminhar é bom, mas o ritmo importa! A caminhada rápida tem sido associada a uma melhor memória, saúde e vida mais longa. Aumente o ritmo de forma leve, para que a atividade se torne um pouco mais desafiadora. 

    Tente praticar 30 minutos por dia, de preferência ao ar livre, para obter os benefícios adicionais da vitamina D e da luz. 

    Há também alguns estudos que sugerem que aqueles que caminham logo pela manhã também tomam melhores decisões durante o dia, então, sempre que possível, considere trocar seu trajeto matinal por uma caminhada mais robusta e ativa. 

    Cuide dos seus olhos

    A visão muda muito rápido após os 40 anos e, para garantir a saúde dela na terceira idade, é importante se cuidar o quanto antes. Para isso, é fundamental se livrar do tabagismo e investir em uma alimentação mais saudável, que inclua muitos vegetais como a cenoura, couve e pimentão. 

    Além disso, os exames oftalmológicos regulares são obrigatórios. Use óculos de sol de boa qualidade em dias ensolarados, mesmo no inverno, e não se esqueça de fazer pausas regulares caso costume passar muito do seu dia olhando para telas como televisores, celulares e computadores. 

    Trabalhe mais

    Enquanto muitos de nós sonhamos com a aposentadoria, um estudo de 2016 descobriu que as pessoas que trabalhavam mais viviam mais, encontraram ainda, algumas correlações entre aposentadoria e problemas de saúde. 

    Os pesquisadores especulam que isso ocorre porque o trabalho geralmente envolve interação social, movimento e um senso de propósito. 

    Vários estudos associaram a aposentadoria à solidão e à depressão. Mas trabalhar longas horas ano após ano também não é a resposta. A partir da meia-idade, o ponto ideal para a saúde e a longevidade é trabalhar em um ritmo menos intenso e talvez por menos horas.

    "Emprego é fonte de renda, já trabalho é fonte de vida. Tem muita gente que não está no emprego, mas está no trabalho. Cuida de outros, cuida de si mesmo, faz um trabalho de voluntariado... Não se deve confundir desocupação com ócio." 
    - Mário Sérgio Cortella

    É importante ressaltar que você não precisa ter um emprego para trabalhar. Mesmo após a aposentadoria, é possível usufruir de todos os benefícios do labor a partir de atividades comunitárias como o voluntariado, um novo hobbie em grupo ou trabalhos manuais que permitam tal interação com os demais e lhe traga alguma satisfação.

    Estabeleça metas

    Não importa se é uma meta ligada à sua vida familiar, aos seus hábitos alimentares ou a sua vida espiritual. É sempre importante traçar objetivos concretos para ter uma visão mais clara de onde se pretende chegar. 

    Estipular metas te ajudará a visualizar com mais assertividade o caminho a ser trilhado até que alcance seu objetivo. Para evitar frustrações, ao definir as metas, certifique-se de que estão dentro de suas possibilidades e que, alcançá-las depende exclusivamente de seu esforço individual.

    Conheça novas pessoas

    Já falamos quão importante é manter a interação social como parte da rotina diária. Para tornar essa interação ainda mais valorosa é fundamental incluir novas pessoas, sempre que possível, ao seu círculo social. 

    Conviver com seres diversos pode te levar a novas reflexões que você não teria ao estar em contato sempre com as mesmas pessoas. Ao sair dessa rotina, é possível ter contato com inúmeras novas perspectivas e ideias imprevisíveis, é uma excelente forma de ampliar seus horizontes. 

    Escreva


    Escrever é um exercício tão valioso que é indicado não só para quem busca a longevidade mas, para todas as pessoas que pretendem organizar seus pensamentos, desabafar ou, até mesmo, registrar devaneios diversos.

    Priorize a escrita a mão sempre que possível, ao utilizar papel, podemos transformar ideias em matéria palpável e visível.

    É uma boa alternativa para que nosso cérebro visualize a intenção como um projeto e não mais como apenas um pensamento. Utilize essa prática para alcançar as metas que estipulou acima.

    Medite

    A meditação é uma prática altamente transformadora e muito acessível. Pode ser realizada em qualquer lugar, por qualquer pessoa e independe de fatores externos. Ela é capaz de acalmar as mentes mais agitadas e contribuir para uma significativa ampliação do foco. 

    Uma boa meta individual que pode ser definida, é praticar a meditação por uma semana, diariamente. Acredite, mesmo se tratando de um curto espaço de tempo, você obterá resultados notáveis, principalmente em relação a ansiedade e agitação. 
     

    Durma de 7 a 9 horas por dia
     

    Dormir bem é fundamental em todas as fases da vida. Essa prática traz inúmeros benefícios e, com certeza, será peça fundamental em sua jornada rumo à longevidade. Ao dormir a quantidade necessária, você irá desfrutar de um cérebro muito mais afiado por anos.

    Além disso, é comum notar uma significativa melhoria do humor, assim como a redução do estresse, tornando o coração mais saudável.

    Alguns estudos também comprovaram benefícios interessantes relacionados à prática dos cochilos vespertinos. Esse hábito, quando rotineiro, de tirar um cochilo curto na parte da tarde, pode trazer muito mais foco para suas atividades diárias. 

    Mas é um cochilo curto, de no máximo 30 minutos, estendê-lo pode prejudicar o sono noturno e causar até cansaço e desânimo. 

    Encontre propósito

    Por boa parte da vida trocamos nosso tempo por dinheiro, investindo nossa energia e atenção em atividades remuneradas para garantir nosso sustento. Após a aposentadoria, é natural que muita gente se sinta sem propósito de vida e acabe sendo tomada por algum tipo de baixo astral. 

    Diante de tal situação, torna-se fundamental que se busque um propósito ou uma nova motivação que traga alegria para seus dias. Essa descoberta pode ser muito gratificante pois trará novas perspectivas de vida para sua realidade. 

    Existem muitas maneiras de encontrar um novo sentido para a vida, algumas pessoas o fazem através da caridade, utilizando seu tempo livre para se dedicar ao trabalho voluntário, outras através da prática de esportes ou do encontro com a espiritualidade. 

    A longevidade é logo ali!

    Não há quem não queira desfrutar da longevidade com a maior qualidade de vida possível. Agora que sabemos que esse é um objetivo totalmente palpável e que podemos construir isso com hábitos diários simples, é hora de colocar em prática!

    Tremendo é o privilégio que temos ao viver em uma época que nos permite desfrutar de tantos avanços na medicina e do fácil acesso a informações tão valiosas que nos permitam cuidar melhor de nossas mentes, nossos corpos e nossos semelhantes.

    Para fazer valer tal privilégio, devemos utilizar todas as ferramentas que temos a nosso favor e a favor da nossa saúde. Só assim estaremos vivendo plenamente e contribuindo para um mundo mais justo e com mais acessibilidade para as pessoas das mais diversas faixas etárias e condições sociais. 


    Plano Funerário Familiar

    Garanta um futuro tranquilo para sua familia com o melhor plano funarário do Brasil, Completo, Sem custos adicionais.

    Ao clicar em “Quero mais informações”, você confirma que seus dados estão corretos e concorda com a Política de Privacidade.
    Saiba mais sobre o Seguro de Vida Gratuito