CENTRAL NACIONAL DE VENDAS: 4020-3852 (disque a partir da sua cidade)
CENTRAL DE ATENDIMENTO AO CONVENIADO: 0800 024 1150

O que é epitáfio e quais as frases mais usadas?

Confira curiosidades sobre os epitáfios de famosos!

de Amar Assist , 6 JANEIRO de 2021

Uma lápide em formato de cruz.
Nós temos uma série de tradições relacionadas aos ritos funerários: velório, sepultamento, cremação, etc., sendo a composição do túmulo parte dessas tradições também. E uma das mais utilizadas é o registro do epitáfio.


Plano Funerário Familiar

Cuide bem de quem você ama.


O epitáfio é uma forma de evocar memórias e lembranças de entes queridos, bem como de deixar marcado como a pessoa era em vida, eternizando a sua personalidade. Por isso, é importante que você entenda o que é e qual a importância da escolha do epitáfio caso chegue o momento de observar essas questões.

Continue lendo e tire suas dúvidas sobre o tema!

O que é epitáfio?

O epitáfio é uma espécie de síntese da vida da pessoa que faleceu, que fica presente na lápide como uma homenagem. É uma tradição social que rememora aquela pessoa, fixando sua memória na mente das pessoas que visitam o túmulo e trazendo uma lembrança positiva. Ele funciona como uma espécie de último recado daquela pessoa.

É importante ressaltar que, muitas vezes, a pessoa, ainda em vida, até chega a pensar em algo para o seu próprio epitáfio, contudo boa parte das pessoas não planeja os seus ritos funerários e, portanto, cabe aos familiares tomarem essa decisão.

O epitáfio consegue, assim, provocar reflexões importantes para aqueles que ficam, abrindo espaço para pensamentos sobre a vida, a linha tênue entre ela e a morte, e ainda auxilia na vivência do luto daqueles que ficam.

Quais são os epitáfios mais comuns?

Os epitáfios, por serem uma tradição, possuem uma estrutura bastante comum: é registrado o nome da pessoa falecida, a data de nascimento e de morte e um conteúdo textual, que costuma ser:

  • poema;
  • citações;
  • agradecimentos;
  • alguma narrativa biográfica curta;
  • dedicatória, entre outros.
Se você ainda não tem muito conhecimento sobre o assunto, vamos mostrar quais são os epitáfios mais populares utilizados tradicionalmente:

  •  “Aqueles que amamos nunca morrem, apenas partem antes de nós”;
  •  “Quando morreres, só levarás aquilo que tiveres dado”;
  •  “A saudade é o que faz as coisas pararem no tempo” (Mário Quintana);
  • “Saudade: presença dos ausentes” (Olavo Bilac);
  • “Os teus dias duram por todas as gerações!” (Salmos 102:24);
  • “Bem-aventurados os puros de coração, porque eles verão a Deus” (Mateus 5:08).

Quais são os epitáfios famosos mais conhecidos?

Os epitáfios eternizam, também, a morte de pessoas que tiveram uma vida marcante. Diversos famosos possuem frases que ficaram para a história e que, muitas vezes, emocionam até mesmo as pessoas que visitam seus túmulos. Sim, uma curiosidade interessante: existe o turismo focado em visitas a cemitérios para conhecer as lápides de pessoas famosas. Vamos ver os principais a seguir.

Eva Perón

Eva Perón, conhecida também como “Evita”, foi uma das personalidades mais icônicas da Argentina. Ela faleceu jovem, em 1952, aos 33 anos, devido a um câncer de útero. Foi aclamada por ser conhecida como a “mãe dos pobres”.

No período da ditadura militar na Argentina, seu corpo foi retirado do país, retornando ao país apenas em 1976. Sendo um dos túmulos mais visitados do país, o mausoléu da família Perón possui o seguinte epitáfio:

“Não chores por mim perdida ao longe, eu sou parte essencial da sua existência, todo o amor e dor me foi previsto, cumpri minha humilde imitação de Cristo que andou em meu caminho para seguir seus discípulos”.

Sir Arthur Conan Doyle

O Sir Arthur Conan Doyle é conhecido por ter sido o criador do detetive mais famoso da história: Sherlock Holmes. O escritor faleceu em 1930, em casa, devido a problemas cardíacos. É um túmulo que recebe, constantemente, visitas de seus fãs. Em seu epitáfio está a seguinte frase:

“Verdadeiro aço. Lâmina afiada”.

Elvis Presley

O Rei do Rock é uma das figuras mais controversas quando o assunto é morte. Afinal, quem nunca ouviu que “Elvis Presley não morreu”? Seu túmulo é um dos mais visitados em todo o mundo, principalmente porque está localizado na mansão que também pertenceu ao cantor (Graceland). Em sua lápide, está uma mensagem de seu pai, Vernon Presley, homenageando seu filho:

“Foi um presente precioso de Deus. Nós o amávamos muito, ele tinha um talento divino que compartilhava com todos e, sem dúvida, passou a ser aclamado em todo o planeta, conquistando os corações dos jovens e velhos, apenas para nos entreter, mas também por sua grande humanidade, sua generosidade e seus sentimentos nobres para com o próximo. Ele revolucionou o mundo da música e recebeu os prêmios mais prestigiados. Ele se tornou uma lenda viva do seu tempo, ganhando respeito e amor de milhões de pessoas. Deus notou que ele precisava descansar e levou-o para casa para estar com Ele. Sentimos sua falta e agradecemos a Deus por nos dar você como filho”.

Karl Marx

Marx é um dos grandes filósofos da história, ainda que seja considerado controverso para muitas pessoas. É conhecido por ser o “pai do socialismo” e um dos principais críticos do capitalismo. Seu corpo foi sepultado em Londres e, em sua lápide, há o seguinte epitáfio:

“Os filósofos têm interpretado o mundo de várias maneiras. O ponto, contudo, é mudá-lo”.

Frank Sinatra

Um dos maiores nomes da música mundial, esse é também um dos túmulos mais visitados em todo o mundo. Sinatra, com sua voz potente, faleceu em 1998 e é considerado um dos maiores artistas do século XX. Em seu túmulo no Desert Memorial Park, na Califórnia, há a seguinte frase:

“O melhor ainda está por vir”.

Edgard Allan Poe

Um dos maiores nomes da literatura mundial, é considerado um dos fundadores do gênero ficção científica. Também foi um dos primeiros que conseguiu fazer da literatura a sua principal fonte de renda.

Foi encontrado falecido após ter sido visto vagando nas ruas de Baltimore. Em sua lápide, colocaram uma frase de um dos poemas mais famosos de sua autoria:

“Disse o corvo, ‘nunca mais’”.

Como escolher o epitáfio de uma pessoa querida?

Algumas pessoas pensam no seu epitáfio ainda em vida e deixam isso registrado. Contudo, outras, por não pensarem nisso, acabam deixando a decisão para seus familiares. Mas como decidir qual é a melhor citação? Veja algumas dicas:

  • pense nos feitos da vida da pessoa;
  • considere as convicções religiosas dela;
  • pense nos autores preferidos da pessoa. Pode pensar, também, sobre músicas e filmes preferidos dela;
  • considere quais eram as principais características da pessoa.
O epitáfio deve ser uma forma de ligação entre a pessoa e seus entes queridos. Ou seja, é importante que ele tenha conexão e simbolize quem faleceu. É uma escolha importante, que evoca uma série de lembranças sobre quem partiu.

Além disso, você pode pensar em realizar uma homenagem póstuma para alguém especial que faleceu. Saiba mais sobre isso em nosso artigo.